PEDRAS PRECIOSAS

Cada pessoa tem uma história de construção, uma característica única que foi desenvolvida para lhe dar forma e valor, e o seu brilho reluz segundo a lapidação que a vida lhe impôs.

Diamond with Clipping PathAs pessoas são únicas, joias de raro valor que precisam ser apreciadas com um olhar atento, curioso de quem sabe admirar preciosidades.

As características oriundas da formação e do desenvolvimento humano devem ser admiradas pela sua riqueza e nobreza. Cada indivíduo é uma pedra preciosa rara e de imenso valor. Alguns desses indivíduos ainda são pedras brutas, não lapidadas, repletas de resíduos e sem um formato que torna visível o seu valor, mas a riqueza está lá, oculta, não trabalhada, a espera de quem sabe enxergar riquezas escondidas na terra, para resgatá-las, tratá-las, limpá-las, lapidá-las, para apresentá-las plena de beleza e riqueza.

Não saber distinguir uma pedra preciosa da outra e nem atribuí-las valor, é de uma estupidez crônica imensurável. Apreciar umas preciosidades e desprezar outras é ignorar as variadas belezas das riquezas que o poder de Deus gerou na Terra.

Os sábios sabem que cada indivíduo é um tipo de pedra preciosa que expressa um esplendor, uma história e um valor único.

Somos pedras preciosas de Deus!

Veja como somos semelhantes a esses minerais gerados pelo poder de Deus na natureza, e é por isso que a Terra está cheia da Sua glória:

As pedras preciosas, também conhecidas como gemas, são minerais, rochas ou matérias petrificadas com brilho e coloração especiais encontradas na natureza e a maioria das pedras preciosas é o resultado de minerais que se formaram sob condições variadas no interior da Terra.

Essas pedras, quando tratadas, podem ter várias utilidades, mas seu principal uso é na criação de joias e acessórios, que tem grande valor e prestígio comercial. Há também quem acredite que além desse valor, essas pedras tenham também um grande valor místico, algumas são usadas até como amuletos.

O fato de serem duras, raras e valiosas, fazem com que tenham significados de solidez, poderes eternos e outras crenças de divindade.

Atualmente, é muito comum essas pedras serem imitadas com materiais mais baratos, como vidros, plásticos e outras pedras de pouco valor.

Para diferenciar uma pedra preciosa verdadeira de uma falsa ou uma sintética, é preciso se atentar aos detalhes. Geralmente, não é muito difícil saber distinguir as verdadeiras das imitações.

Interessante! Não é assim que acontece conosco?

Atente agora para as características que formam cada tipo de preciosidades, vou citar apenas dez delas, e em quais circunstâncias elas se desenvolvem:

Diamante

O diamante é das pedras preciosas, a mais valiosa e resistente. Seu significado de nome origina-se do grego adamas, que significa inconquistável.

Opala

A opala divide-se em duas classificações: a opala preciosa e a opala comum. Seu nome deriva-se de upala, que significa ‘pedra preciosa’, a sua principal característica são as inúmeras colorações fundidas, que formam um jogo de cores belíssimo. A opala é uma das poucas pedras preciosas que não é cristalina.

Esmeralda e Água-marinha

A esmeralda e a água-marinha são variações do mineral berilo, e têm a mesma composição. As impurezas na composição dessas pedras que denominam suas cores. As esmeraldas são as mais apreciadas e valiosas, pois as perfeitas são extremamente raras, já que a maioria das que são encontradas apresentam impurezas e “fraturas”.

Alexandrita

É uma das pedras mais raras que podem ser encontradas na natureza. Uma grande característica nessa pedra são os efeitos ópticos causados nela pela luz, que podem alternar a sua cor. De dia, a alexandrita pode ficar com tons esverdeados, amarelos, marrons, cinzas e azuis, e de noite fica mais avermelhada.

Rubi e Safira

O rubi e a safira são pedras com cores muito intensas. As duas gemas são variações do corindo, mineral bastante duro. Ambos são pleocroicos, por isso sua lapidação deve ser cuidadosa, para que apresentem uma melhor cor.

Ametista

Também conhecida como quartzo-violeta, a ametista é uma variação da família do quartzo. Se exposta ao sol, sua cor pode enfraquecer. Seu nome vem do grego “amethystos”, que quer dizer “sóbrio”.

Topázio

Nos tempos antigos, todas as gemas amareladas eram consideradas topázios. Foi quando, em 1737, conseguiram diferenciar os topázios das outras gemas amareladas.

Seu nome vem do grego ‘Topazus’, que nominava uma ilha do Mar Vermelho. O significado da palavra é “procurar”, expressão que caracterizava bem a ilha, pois estava sempre rodeada de névoa e era difícil de ser encontrada.

Turquesa

A turquesa é uma pedra admirada desde a antiguidade, quando os egípcios começaram a minerá-la há 6000 anos, e também foi uma das primeiras pedras a ser imitada. Ela é geralmente encontradas nas rochas de regiões áridas.

Observe como as características se diferem e é isso o que torna cada uma preciosa, pois são inigualáveis e de beleza incomparável, causando em seus apreciadores imensa expectação e um enorme senso de prazer.

É esse o impacto que Deus deseja de causemos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s