QUE DELÍCIA DE VIDA!

Vou começar essa matéria te contando uma história.

Em um dos congressos Fogo para o Brasil, do meu amigo Pr. Silas Malafaia, eu estava saindo do restaurante quando um pastor amigo me chamou. Ele estava com uma senhora que se mostrava problemática, e assim que cheguei, ele bateu em retirada dizendo pra ela que eu saberia resolver o seu problema. “Mui amigo” esse!

Ela já foi dizendo que já tinha conversado com todos os preletores (um péssimo sinal) e começou a contar os seus dramas, buscando informações há “milhares” de anos atrás.

Ela começou a reclamar e murmurar da vida que tinha, e falava sem parar… Jesus, que furada!

Pelo visto ela odiava a vida e isso já tinha me tirado o bom humor, e num lampejo a interrompi e lasquei uma pergunta a queima roupa:

– Vou resolver o problema da sua vida agora, afirmei.

Ela arregalou os olhos. Enfatizei:

– A sua vida é horrível, a senhora não suporta mais viver, a sua vida não tem alegria, graça e nem projetos, não é?

Prontamente ela respondeu que era assim mesmo.

Então eu disse com voz firme:

– Fecha os olhos e me dê a sua mão. Deus costuma ouvir as minhas orações, vou orar e Ele vai te levar pro céu AGORA!

A mulher puxou a mão rápido, deu um pulo e gritou:

– Não pastor, que isso? Pelo amor de Deus, eu não quero morrer!

(Só rindo!)

Então dei a sentença final:

– Nunca mais reclame da vida, porque Deus pode tirá-la de você.

 Se alguém odeia essa vida, achará um terror a vida abundante.

Ter fartura naquilo que alguém odeia não é prêmio, é castigo. O amor à vida é o que faz a vida valer a pena. Amar acordar todos os dias agradecendo por estar vivo, ver o raiar do sol, a beleza do céu, a grandiosidade e o encantamento da natureza, se emocionar com a obra do maravilhoso criador são coisas que somente quem ama a vida pode sentir.

Tem muita gente que acorda de mal com a vida, parece que ficou irado por não ter morrido enquanto dormia. Destila um ódio por estar vivo, deve ser amante da morte e eu aprendo que aquele que não ama a vida merece morrer.

A vida não é apenas uma dádiva de Deus, ela é a expressão do próprio sopro existencial de Deus. Cada respiração e pulsação é um milagre que não se repete.

Aquele que acha a vida “um saco”, ficará depressivo e angustiado se tiver que viver uma vida eterna. Como Deus pode presentear um ser mortal com imortalidade se esse indivíduo detesta viver o seu tempo finito? A vida eterna é exclusiva para aqueles que amam viver!

 Usar sabiamente o tempo presente é um treinamento intensivo para ser útil na vida eterna.

Deus nunca fará da eternidade um núcleo para abrigar um bando de inúteis. Não fique zangado, mas preciso dizer isso: lugar de inútil é no inferno. O céu não é lugar pra gente que não tem o que fazer, não é lugar para vagabundos e desocupados, afinal, Deus trabalha, Jesus trabalha e há muito o que fazer por toda a eternidade.

Quem não gosta de trabalho odiará o céu.

Me lembrei de algo: há sem vergonhas por aí que resolveram se “dedicar à obra” em tempo integral, mas nunca trabalharam na vida e pensam que a obra de Deus é pra vagabundos e malandros que não gostam do batente, mas amam a ociosidade e o discurso. Pronto, falei.

O inútil não presta nem pra viver e o pior é que o miserável roubou a oportunidade de outros milhares de pretensos indivíduos que perderam a corrida para o óvulo, e perderam para um ser que além de não valorizar a sua existência, não deixou que outros existissem.

Como pode uma criatura existir recusando-se a viver?

Nem todos os que existem de fato vivem. Há pessoas que nunca fizeram nada por si mesmos, não se importam em ser párias consumidoras de recursos naturais, mas que não dão nada em troca da sua ocupação territorial, do espaço que o seu corpo consome sem nada produzir. Não são dignos do ar que respiram e poluem. São verdadeiras sanguessugas infectando o nosso planeta.

Fico pasmo porque até os demônios trabalham… Essa gente consegue ser pior que um demônio.

 Quem não sabe o que fazer com a vida presente nunca terá como presente de Deus uma vida eterna.

Meu Deus, tem gente que acredita que vai pro céu descansar… Do que?

Nunca fizeram nada para merecer o prêmio de uma vida eterna. Não sabem o que fazer com uma média de setenta anos de vida. Vocês acham que um elemento assim saberá o que fazer com uma eternidade?

 A forma como apreciamos a vida presente é um esboço de como reagiremos na vida futura.

Apreciar a vida não é pra todos. Por incrível que pareça, há pessoas que nunca pararam para apreciar as estrelas do céu. Aprendi desde criança com os meus pais a apreciar as estrelas, a lua, o firmamento. Os meus pais apontavam as estrelas e citavam os seus nomes, mostravam as estrelas cadentes, me ensinaram a apreciar as fases da lua. Que coisa linda, grandiosa, fantástica. Isso sempre encheu a minha alma e a tornou repleta de prazer pela vida.

Aprendi com a minha mãe a cuidar das plantas, a tratar delas, a replantar as mudas em dia chuvoso, apreciando o seu crescimento e me gloriando com as suas flores, cores e diversidades.

Aprendi a amar os animais, a discernir os seus olhares, a apreciar a forma como se desenvolvem. Aprendi a olhar o mar, com olhos de admiração e encantamento. Eu vejo em todo ser vivo a poderosa, porém delicada mão de Deus.

 Eu vejo Deus além do céu azul, no horizonte, no vento que torna as árvores graciosas dançarinas.

Eu sinto Deus! Eu vejo Deus em tudo o que tem vida! Deus é vida, a vida de Deus é dinâmica e todo aquele que recebe Jesus ganha essa vida abundante, a dinâmica da vida em Cristo.

Todo e qualquer futuro é construído no presente. Não há vida futura sem a qualidade da vida presente. Não podemos ter uma expectativa de vida futura sem a dinâmica da vida presente.

 A intensidade com que apreciamos e vivemos a vida presente é um prenúncio das nossas expectativas quanto à vida futura.

Não merece uma vida eterna quem não sabe viver uma vida temporal. Qualquer expectativa da vida eterna se torna esdrúxula quando a vida presente é vivida com negligência. A vida eterna não é e nunca foi pretexto para negarmos a vida que temos. Olhar e viver a vida com desprezo é negar a excelência de quem a criou. É por isso que me rebelo contra o modo medíocre de viver, pois me nego a viver na mesmice, essa é uma vida indigna e depõe contra Deus.

 A vida é como um vapor que logo se desvanece no ar” – Apóstolo Paulo.

Esta é uma extraordinária verdade, uma verdade que muitos jamais descobrirão, pois morrerão sem saber que viveram.

Viva antes que o vapor da vida se desvaneça. É o amor pela vida que nos fará herdar a eternidade, por isso amo a Jesus Cristo, porque Ele é a própria vida, e sem Ele nada posso fazer, nem mesmo viver.

Anúncios

2 thoughts on “QUE DELÍCIA DE VIDA!

  1. Deus nos deu a vida para vivermos intensamente cada momento, aproveitando tudo de bom que ela pode nos proporcionar, sem transgredir os seus estatutos, por isso não temos que reclamar e sim viver.

  2. É desse tipo de verdade que todos precisamos!
    Chega de vivermos contando o tempo para a morte, como se vivéssemos o tempo todo em um estágio terminal…
    Muito bom meu Pastor, Deus te abençoe muito!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s