CRENTES NA VIDA PÚBLICA, MAS, DESVIADOS NA VIDA PRIVADA?

Não, me diz que não, mas, a realidade muitas vezes nos assusta, mas, quem está habilitado a escapar dela?

A realidade é mutável, não importa como se manifesta e quais são os fatores predominantes, sejam eles bons ou maus, a realidade sempre será realidade.

Mesmo a tentativa de fuga mais insidiosa, fingida e até patológica não mudará os fatos. A realidade simplesmente é, e ponto, até que alguém se disponha a mudá-la. Enquanto isso, ela é o que é, e continuará sendo.

Por que estou dizendo isso?

Porque a realidade do cristianismo é mais assustadora do que imaginamos. Tendemos medir o sucesso cristão pela mobilização de multidões, isso pra nós é sinônimo de propósito alcançado e de sucesso ministerial. Isso nos empolga e não é pra menos.

Porém, qual é a real situação dos indivíduos que formam essa massa humana?

São pessoas que foram transformadas pelo poder de Jesus Cristo?

Foram lavadas pelo poderoso agir da Palavra de Deus?

Foram justificadas pelo sangue do Cordeiro de Deus?

Estão dando testemunho compatível com suas pretensas crenças?

Perguntas que insistimos em não responder, porque não é problema nosso.

Eu concordo que não sou responsável pela salvação de ninguém. Isso pra mim é ponto pacífico. Porém, creio que essas pessoas precisam e devem ter um pastor, uma igreja para congregarem, um lugar para terem comunhão, uma autoridade espiritual a qual devem estar submissas.

Elas necessitam de uma igreja que irá tratá-las, corrigi-las, consolá-las, exortá-las e principalmente ensiná-las sobre a Palavra de Deus na qual deverão pautar as suas vidas, até que venha o tempo de serem convocadas à glória por Jesus Cristo.

Quando as estruturas eclesiásticas não funcionam, criamos religiosos de carteirinha que rapidamente se transformam em verdadeiros “monstros”, que misturam teoria com teologia, vontade própria com vontade de Deus.

Não há nada mais terrível do que um monte de ignorantes falando e fazendo asneiras em nome de Deus.

Um ditado popular diz que: “Quem vê cara não vê coração”. Porém, a realidade cristã é outra: “Quem vê cara tem que ver o coração”.

Percebe a distância e a incoerência que vivemos hoje? Entende como essa dicotomia tem se tornado um “câncer” de proporções gigantescas e incontroláveis. Um povo enorme que não tem o menor conhecimento de Deus, o conhece apenas de ouvir falar, não possui nenhuma experiência com Ele. Isso é cavernoso!

A popularização do evangelho é magnífica, mas, não podemos viver do popular, dos movimentos, das ondas e do modismo, porque o evangelho é radical, não tem meios termos.

O evangelho de Cristo só é evangelho se houver morte e vida, morte da velha criatura e nascimento de uma nova.

O evangelho nunca propôs remendos, melhorias, reformas no indivíduo. A proposta é radical: “mata o cara”.

Quem não está disposto a morrer na “mesa do doutor Espírito Santo” não pode ser introduzido no Reino de Cristo, porque esse acesso somente é possível pela operação do renascimento de uma nova criatura. Jesus falou disso pessoal: “Vos é necessário nascer de novo”. Fim de papo.

Qualquer outro evangelho é pura maldição, enganoso, mentiroso e diabólico. Qualquer evangelho que prego vitória pela vitória é encontro de indivíduos para serem motivados por um animador de auditório.

Toda vitória que provém de Deus tem um propósito da vida da pessoa e um resultado no mundo espiritual, que é glorificar a Deus.

A tropa que está na linha de frente jogando a rede ao mar e recolhendo os “peixes”, está fazendo o seu trabalho, e aqueles que estão na retaguarda, precisam acolher esse pessoal, tratar e consolidar no corpo de Cristo.

É trabalho dos pastores e seus auxiliares exercerem o ministério de aperfeiçoar aqueles a quem Deus quer salvar. Para tanto, é de fundamental importância discipular esse povo, adestrar essas ovelhas à luz da Palavra de Deus.

É função da igreja preparar o povo para ser discípulo de Jesus Cristo e não um fragmento de um movimento.

Esse cuidado com a ovelha faz toda a diferença. Instruí-las na Palavra fará com que esse pessoal não seja lançado ao vento, de um lado pro outro, e fiquem a mercê dos mercenários, verdadeiros “lobos famintos” que rodeiam o rebanho.

Gente, está muito fácil iludir as ovelhas, ficou fácil demais para os ladrões, mercenários do inferno, filhos do diabo, invadirem o “aprisco” e carregarem as ovelhas em grandes quantidades.

É tão difícil ganhá-las para Jesus Cristo e tão fácil perdê-las para esses canalhas inescrupulosos, travestidos com uma roupagem de misericórdia. Demônios com títulos sacerdotais, bandidos que se alimentam comendo das gorduras de ovelhas roubadas. Ministérios levantados em fundações que outros construíram.

Vejam a preocupação do apóstolo Paulo, expressa Atos 20:29-31, com essa matilha de lobos enviadas pelas potestades infernais:

Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue. Eu sei que, depois da minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, por três anos, noite e dia, não cessei de admoestar, com lágrimas, a cada um.

Amigos, quando as ovelhas estão sendo adestradas por um líder espiritual, o ungido de Deus, quando elas recebem o ensinamento da Palavra de Deus, e são ensinadas a serem cristãs na vida privada, elas também o serão na vida pública, e isso as habilitará para tratarem com os mercenários, principalmente aqueles que atuam nas nossas costas, as escondidas, com as tais “visitinhas” de casa em casa.

As ovelhas precisam ser ensinadas a terem intimidade com Deus na vida privada, e se isso não ocorre, elas se tornam hipócritas na vida pública.

A intimidade com Deus, o próprio nome já diz, é uma ação pessoal, na parte mais interna do ser, distante da presença de outras pessoas, no silencio do lugar secreto que cada um deve ter. É uma comunhão doméstica com o Espírito Santo. É um relacionamento da essência da alma.

As ovelhas precisam sentir a necessidade de estarem a sós com Deus, num culto devocional íntimo, onde a Palavra de Deus expressa na bíblia sagrada penetra no núcleo da sua existência, envolvendo a sua razão. Momentos únicos de adoração, de louvor e quebrantamento. O exercício da verdadeira amizade com Deus.

Antes de alguém que ama a Deus se relacionar com o mundo, em suas atividades matinais, precisa aprender a se relacionar com Deus, abrindo a bíblia, seja em papel ou no computador, não importa. Colocando um louvor que seja do seu gosto, a internet está cheia deles, há clipes lindos, músicas maravilhosamente inspiradas pelo Espírito Santo de Deus.

Amados, cantem com o seu adorador preferido. Aplaudam como você faz na sua igreja. Glorifique a Deus, exalte o seu nome, e sabe qual será o resultado, você estará pronto pra qualquer guerra durante o dia.

Nós precisamos ser cristãos na privacidade para sermos vistos como tais na vida pública.

Anúncios

2 thoughts on “CRENTES NA VIDA PÚBLICA, MAS, DESVIADOS NA VIDA PRIVADA?

  1. Excelente mensagem, que o senhor continue sendo sensível a voz do Espírito Santo. Para ser cristão tem que ter coragem, não é fácil, pois temos que negar o “eu” todos os dias para fazermos a vontade de Deus. Morrer e nascer de novo é essencial para nos tornamos filhos. Aprendi a ter intimidade com Deus no lugar secreto quando passei por um grande deserto, mensagens triunfalista ou de revolta não atendiam minhas necessidades, então chegava em casa, e corria para os braços do meu Pai, rasgando o coração sem reservas, então Deus falava,consolava, fortalecia e assim crescia na fé e no relacionamento com ele. Deus permite que passemos pelo deserto, mas não nos deixa lá. Passei ter essa necessidade diária de me relacionar com Deus, tenho muitas falhas, não sou nada sem Jesus, ele é meu alimento para que eu continue viva espiritualmente ,principalmente quando está tudo bem, porque o ser humano tende a se acomodar. Temos que andar com Deus diariamente. Obrigada pastor, porque o efeito da mensagem vai além do último parágrafo, estou sempre aprendendo algo novo.

  2. Graça e Paz Pastor Josué
    Falaste bem!
    Alguns pastores hoje são especialistas em encher Igreja com estas historietas de Vitória, Vida Sentimental restaurada, Proeperidade e Libertinagem da Fé, verdadeiros animadores de auditório, especialistas em toda “balela” de autoajuda vazia.
    Falar de morrer o velho eu é o absurdo maior, todos querem viver um evangelho light e quando não este, optam pelo self service, onde você aproveita o que te interessa, sem prestar atençào se há nutrientes ou não. E enquanto isto, as ovelhas vão perdendo o brilho, sem pelos e sem músculos, gordura inútil apenas.
    Muito esclarecedora esta mensagem!
    Paz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s