APRENDENDO COM JESUS A SER CUMPRIDOR DA LEI

“Tendo eles chegado a Cafarnaum, dirigiram-se a Pedro os que cobravam o imposto das duas dracmas e perguntaram: não paga o vosso mestre as duas dracmas?

Sim, respondeu ele”.

(Mateus 17:24-25)

 

Quer ser um homem de verdade? Então seja cumpridor da lei, e para cumprir a lei é necessário ser verdadeiramente macho, porque o cumprimento da lei não é coisa simples para quem tenta espiritualizar tudo, e sofre sérios desvios de caráter.

Muitos homens confundem a graça de Deus e a liberdade adquirida em Cristo, com direito irrestrito à baderna e à anarquia, como se os crentes não possuíssem responsabilidades ante as autoridades civis. No entanto Jesus ensinou alguns princípios da conduta e da ética cristã, para que possamos prestar obediência às autoridades e ao estado legalmente constituído.

Jesus ensinou a Pedro que o escândalo traz prejuízos ao Reino, e para que isso não ocorra, é necessário obedecer às autoridades constituídas, pois a desobediência civil, em hipótese alguma, pode agradar ao Senhor.

Por que? Porque toda autoridade é instituída por Deus: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por Ele instituídas” – Rm 13:1.

Talvez Jesus estivesse ensinando a Pedro, e também a nós, que operação de sinais e maravilhas, como encontrar dinheiro na boca de um peixe, é tão importante quanto cumprirmos com os nossos deveres de cidadãos, pagando todos os impostos devidos.

 

É uma bênção ver Deus operar, do mesmo modo, é uma bênção cumprirmos com as nossas obrigações civis.

 

Muitos homens precisam aprender com Jesus a cumprir a lei, a andarem na legalidade, porque tem muitos homens crentes por aí, creio que você não é um deles, que andam fora da lei.

Pode um homem de Deus andar fora da lei?

Como homens de Deus, temos que ser cumpridores da lei. Dar a César o que é de César, e dar a Deus o que é de Deus. Temos que ter os nossos documentos em dia, assim como os nossos impostos devidamente pagos.

Se aprendermos com Jesus a ser homem, o cumprimento das obrigações civis será algo natural, tais como: declaração do imposto de renda, pagamento do Iptu, Ipva do carro, obediência aos sinais de trânsito, veículo devidamente vistoriado e em condições de uso conforme legislação vigente, etc.

Um sujeito com título de pastor, certa vez me procurou para dizer:

–          Pastor tem uma jogada aí excelente sobre Ipva, o senhor só paga 10% do valor devido, não tem erro!

Tinha um outro indivíduo crente que estava perto, ouvindo a proposta indecente e que alegrou-se rapidamente:

–          Aleluia, que maravilha! Eu estava pedindo uma resposta de Deus, porque estou sem dinheiro para pagar o meu Ipva.

Graças a Deus, esse dois não fazem parte do meu círculo de amizades e esse encontro foi apenas casual. Não me restou outra alternativa a não ser repreendê-los severamente, e declarar que esse tipo de atitude fere todos os princípios de conduta ética e moral, além de ser leviana e criminosa.

Nós temos que ser cumpridores dos nossos deveres e não trapaceiros e criminosos, travestidos de servos de Deus: enganando, trapaceando e burlando a lei; imaginando que há proteção de Deus ou conivência, para encobrir essas imundícias que liberam o odor das raízes destruidoras e avassaladoras do pecado.

Aos transgressores, o peso da lei e não a misericórdia de Deus como indulto! A misericórdia não libera o homem crente do cumprimento de suas obrigações. O apóstolo Paulo discorre sobre essa questão com muita sabedoria em Romanos 13, que dentre outras coisas diz: “Faze o bem e terás louvor dela, visto que a autoridade é ministro de Deus para teu bem. Entretanto, se fizeres o mal, teme; porque não é sem motivo que ela traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal. Pagai a todos o que lhes é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem respeito, respeito; a quem honra, honra”.

É necessário acrescentar mais alguma coisa?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s