OS FRACASSOS NA PROSPERIDADE FINANCEIRA – Leandro Borges

“Acaso, não procede do Altíssimo tanto o mal como o bem? Porque, pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados. Nós prevaricamos e fomos rebeldes, e tu não nos perdoaste. Cobriste-nos de ira e nos perseguiste; e sem piedade nos mataste”. Todos os nossos inimigos abriram contra nós a boca”. (Lamentações cap.3 vers.38,39,42,43,46).

Nesta matéria de mensagem e estudo, vamos aprender que existem 12 razões porque 95% das pessoas não alcançam a prosperidade financeira.

RAZÃO 1:  As pessoas não têm uma idéia definida do que seja a prosperidade financeira; a habilidade de fazer o que Deus quer de você.

RAZÃO 2:  As pessoas não creem que a prosperidade financeira seja possível; pode ser para alguns, mas não para elas.

RAZÃO 3:  Elas não creem que a prosperidade financeira seja da vontade de Deus.

RAZÃO 4:  Elas negam as 5 maiores leis acerca do dinheiro: confiram abaixo:

A) A lei da semeadura: Você colherá de acordo com o que plantar;

B) A lei do valor: Se você valorizar algo, vai ganhar mais por isso;

C) A lei dos juros compostos: O dinheiro bem investido cresce exponencialmente com o tempo;

D) A lei da resolução de problemas: quanto maiores os problemas que a pessoa resolver, maiores serão suas recompensas;

E) A lei da atração: A pessoa atrai o que ela mesma é, não o que ela quer;

RAZÃO 5:  As pessoas desejam adquirir riqueza instantaneamente. Não é possível construir coisas grandiosas (nem deixar um grande patrimônio) em um curto espaça de tempo. Mais de 85% das pessoas que herdam dinheiro, ou ganham na loteria, gastam tudo dentro de um período de dois anos.

RAZÃO 6:  As pessoas não fazem um plano financeiro realista.

RAZÃO 7:  As pessoas não seguem o seu planejamento. A maioria das pessoas desistem quando os tempos são difíceis ou quando sofrem uma perda financeira.

RAZÃO 8:  As pessoas comprometem sua integridade por causa de ganhos financeiros.

RAZÃO 9:  As pessoas depositam sua confiança no dinheiro.

RAZÃO  10:  As pessoas não honram seus pais. Deus disse à humanidade por mais de 4.000 anos que os filhos devem honrar os pais. Deus prometeu uma vida longa e cheia de bênçãos a todos os que os honrarem. Isso vai muito além de elogios e mera aquiescência. Transcende a obediência aparente. (Tem a ver com a motivação também). Os seres humanos veem a aparência, enquanto Deus, o coração.

Há muitas pessoas que não têm pais cristãos. Todavia, a Bíblia não as isenta de honrarem seus pais. Você pode honrar aqueles que não conhecem o Senhor. assim como aqueles que o conhecem. Pais não cristãos podem ser ganhos para Jesus por meio da honra e da obediência dos filhos.

Honra é nosso dever para com nossos pais. Eles podem não merecer honra, mas é um mandamento do Senhor. Comece hoje a honrar seus pais. Pense no que você pode fazer para isso. Tenha certeza que isso fará uma grande diferença em sua vida. E quando se fala em prosperidade, esta matéria de mensagem e estudo que você está lendo agora, não se refere apenas a dinheiro. Este tem apenas um pequeno papel no imenso palco da prosperidade. Esta matéria refere-se a uma vida abundante em todos os aspectos.

RAZÃO 11: As pessoas subestimam o poder do dízimo (10% da sua receita) e da promessa de Deus. Observe que em (Malaquias cap.3 vers.10,11,12) diz: “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida. Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR os Exércitos. Todas as nações vos chamarão felizes, porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o SENHOR dos Exércitos”.

REFLEXÃO:

Um dos principais problemas das pessoas, é o fato de querer se preparar somente na hora em que o a situação financeira já saiu fora do controle. Só quer orar na hora que a situação saiu do controle. Só vira santo na hora que a coisa tá feia. Só quer ir para a igreja, na hora que a situação está apertade. A pessoa precisa estar sempre preparada para a demanda das lutas. Existem pessoas que estão muitos anos dentro da igreja, mas não tem a coragem de contribuir com sequer uma oferta, e muito menos de ser um dizimista fiel e comprometido. Mas o mais engraçado sobre estas pessoas, é que elas acham que Deus tem a obrigação de trazer prosperidade na vida financeira.

Existem pessoas que vão na igreja, e que não tem nem a capacidade de pagarem a dívida que fez na cantina da igreja, comem de graça ás custas das pessoas que são fiéis nos dízimos e nas ofertas. Pessoas que trabalham duro o mês inteiro, enfrentam situações super desagradáveis, mas que jamais se esquecem da parte que é de Deus.

Também não podemos esquecer daquelas pessoas que colam chicletes no banco da igreja, jogam papeis de balas no chão na igreja, biscoitos, bolachas, chocolates, latas de refrigerantes, doces em geral, etc. Enquanto o pastor está tentando ensinar as ovelhas o caminho em que elas devem andar, as pessoas estão fazendo verdadeiros piqueniques, e depois acham que Deus tem a obrigação de trazer prosperidade, cura, libertação, etc…

Conservar a Igreja também deve fazer parte do planejamento de qualquer pessoa.

A igreja tem a responsabilidade de ensinar o caminho certo que é o caminho da salvação dentro da verdadeira Palavra de Deus, mas a igreja não tem a obrigação de ensinar educação para as pessoas, pois isso se aprende dentro de casa, e não dentro da igreja.

Fonte: Leandro Borges

materiasparapastores@gmail.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s