RSS

ROUPA PARA A PELE NUA

PicCollageE eles perceberam que estavam nus.

Antes de terem o conhecimento do bem e do mal a nudez era simplesmente natural, mas agora, Adão e Eva precisavam cobrir a nudez, esconder o que antes não os envergonhavam. Eles não podiam deixar expostos partes de si, não era uma preservação da intimidade, mas um esconderijo moral, era necessário criar uma cobertura que representasse uma caricatura diferente de quem eram inicialmente.

Eles fizeram a primeira fantasia, fabricaram a primeira máscara e a inauguraram num encontro com Deus.

É loucura tentar fazer de um encontro com Deus um baile de máscaras e dissimulações, mas infelizmente é assim que o instinto humano age, ao invés de assumir na “pele” o mal que se impregnou, para que exposto, a procura da solução seja uma opção, resolve ocultar de si mesmo e dos outros os motivos que podem gerar vergonha.

Pois é, eles inventaram um avental de folhas de figueira. Uma desastrada tentativa de cobrir as suas vergonhas. Quantos aventais são fabricados pelos indivíduos que dissimulam as suas más escolhas? Fazem um desfile invisível de uma grife que já nasceu falida.

O ser humano fez a sua escolha e Deus não pôde mudar isso, afinal, ele respeita o livre arbítrio.

As nossas atitudes decidem o nosso futuro.

Foi assim que o casal “cabeça de vento” definiu o seu destino e o de toda humanidade. O Pai celestial os tinha prevenido do perigo das decisões erradas que trariam colheitas amargas, e seriam obrigados a sair do jardim, mas eles resolveram arriscar e não se importaram com o alerta, brincaram com o perigo e tiveram que assumir as suas responsabilidades.

A questão era tão simples:

Primeira opção: continua crescendo, obedecendo às regras e ficam eternamente numa boa;

Segunda opção: são livres pra tomarem a decisão errada, podem desobedecer, mas tem que se “mandar” e     largar as mordomias.

O que acho muito legal é que Deus não fica no blá blá blá… Define logo como o negócio funciona, não deixa ninguém ficar encima do muro. Se ficar tem que ser numa boa, se pisar na bola tem que seguir sua vida. É isso que a gente não faz, não definimos as regras de convivência, aí as pessoas fazem o que dá na telha e nos obrigam a aturar o que não queremos.

Como diz o Dr Mike Murdock: “Você não pode reclamar daquilo que consente”.

Prosseguindo: A vida sempre foi assim, produz aquilo que semeamos e nos impõe colher e comer aquilo que muitas vezes tentamos escapar. Plantou? Agora se vira, não adianta gemer.

Mesmo decepcionado (Deus tem sentimentos) Deus não podia deixar o ser humano à própria sorte. Assim Ele revelou a sua misericórdia exercendo o talento de estilista, o primeiro na história humana. Ele matou um animal e da sua pele confeccionou roupas decentes para o casal – que acompanhou o processo da indústria têxtil do Criador – assim aprenderam como fazer pra comer e se vestir daí por diante.

É preciso caçar pra viver. Um novo paradigma para os homens estava definido.

A nossa sobrevivência depende das nossas habilidades em extrair do meio ambiente recursos para nos suprir. Quase todos somos caçadores, digo quase porque alguns “marmanjos(as)” ainda ficam na rebarba, ao redor da mesa sempre filando uma “boia”, uma roupas de grife, uma mesada ou herança – contando que não trabalhem – sem nunca terem aprendido a caçar. A famigerada geração “nenem”: nem estudam e nem trabalham.

O ser humano passou a se utilizar dos animais para sobreviver, tanto para se alimentar, vestir, transportar e usar a força na agricultura, nas competições e na guerra.

Aprendemos a matar pra suprir a nossa existência.

Eu me retorno que aos domingos comíamos uma galinha ensopada, daquelas criadas no quintal, e quando adolescente a minha mãe mandou eu matar uma penosa, foi um negócio muito louco, porque eu cortei a sua cabeça do bicho e soltei… dá pra imaginar o que aconteceu?

Voltei pra família de Adão e Eva. Porém, tendo conhecimento do bem e do mal (tinham comido o tal fruto proibido e foram expulsos do bem bom), o irmão ciumento optou em se utilizar do mal, se transformando em “bicho” que mata gente. Foi aí que o bicho pegou e está pegando até hoje, porque esse assassino gerou e gera muitos filhos.

O conhecimento do bem nos leva a matar um bicho para que o animal racional possa viver (exceção aberta pros vegetarianos), porém o conhecimento do mal pode fazer com que o animal racional revele a sua irracionalidade maligna capaz de matar o seu semelhante, o seu igual, irmãos de natureza, fazendo-se o mestre da perversão dos valores que nos diferenciam dos bichos, gerando discípulos ainda mais perversos e malignos.

Filhos com a marca da maldição, indivíduos com sabor de sangue inocente inundando a boca maligna. Não cessam de fazer o mal, fazem da vida alheia um fragmento de poeira. Bichos gerados pelo inferno. Filhos da perdição.

Por debaixo de uma roupa de grife pode se esconder um lobo voraz e o seu couro fedido. Um bicho com cara de gente.

Nunca se sabe quem está de fato escondido debaixo da pele de gente, mas uma coisa é certa, Deus não criou o homem pra ser vítima da perversidade. Esse paradigma gerado pela ambição e desobediência exigiu uma atitude ainda mais dramática de Deus, que ofereceu a vida do Seu único filho para salvar a vida de quem se perdeu.

O “Cordeiro de Deus” entregou a sua vida para revestir o novo homem com vestes brancas e puras.

Pelo poder do sangue de um homem sem máculas recebemos a graça de ter apagado todos os motivos da nossa vergonha, para que nunca mais necessitemos nos cobrir com as grifes falidas, que usamos como marketing pessoal para impressionar quem nos vê por fora, mas jamais imagina quem verdadeiramente somos por dentro.

As “folhas de figueira” podem fazer uma roupa que encanta uma plateia que admira grifes falidas.

Quando recebemos o sacrifício do Filho de Deus podemos nos desnudar das folhas do nosso marketing pessoal, para nos apresentarmos diante do Pai com a nossa genuína identidade moral/espiritual, completamente desnudados da arrogância do caráter humano, para que Ele se encarregue de elaborar os novos moldes das vestimentas – como Estilista inigualável que é – desenhadas com exclusividade para cada um de nós, dentro das medidas do crescimento que foram pré-concebidas muito antes da primeira batida do nosso coração.

Somente Ele, Deus, pode nos revestir com as vestimentas do novo homem, sua verdadeira imagem e semelhança, nascidos pela obra da Sua graça.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 26/11/2014 in Uncategorized

 

PARECE COM CRISTO, MAS É UM LÍDER ANTICRISTO

anticristo-fimdomundo4

Todo governo anticristão terá necessariamente a cobertura de um líder religioso, um anticristo que prega Cristo, mas nega a sua eficácia com as suas maracutaias, costuras, acordos e benesses políticas, articuladas por debaixo do pano, mesmo que sejam reprovadas pela Palavra de Deus.

Um líder religioso anticristo é aparentemente adepto de Cristo, ocupa a tribuna destinada ao exercício sacerdotal, porém ressuscita símbolos, maquia a Palavra, ludibria o povo com promessas que Deus não fez, e de forma sistemática substitui Aquele que É, por aquilo que O prefigurava, assim obscurece o Seu santo nome.

Um líder anticristo se assenta na igreja construída em nome de Cristo, governa dizendo ser em nome de Cristo, mas é o lugar onde Cristo não governa. Um lugar onde o nome d’Ele pode estar na fachada, mas não ocupa o primeiro lugar no coração do povo.

Na igreja do anticristo o nome de Jesus Cristo fica do lado de fora, mesmo que os milagres sejam feitos em nome d’Ele do lado de dentro. O Seu nome é apenas um nome que não tem espaço na vida diária das pessoas, e nem é o bastante para ser Deus único, porque acreditam mais nos misticismos do que naquele que tem o Nome sobre todo o nome.

O líder anticristo constrói sua igreja em nome de Cristo, mas toma o assento de Cristo pra governar a vida dos incautos em Seu lugar, sem o Seu consentimento, para tornar os indivíduos dependentes de si, fazendo-os escravos de um sistema religioso que impõe um círculo de trabalhos espirituais que não cessam nunca e jamais libertam.

O líder anticristo atua em nome de Cristo, rouba o coração do povo para que o amem mais do que a Deus, é admirado pelos ignorantes da fé, analfabetos de bíblia, e sem conhecimento do Filho de Deus jamais serão libertos. É impossível combate-lo sem suscitar a ira incontida dos seus amantes, e os seus apaixonados e cegos admiradores, subalternos servidores, não enxergam que são vítimas de um espírito de encantamento. Eles se tornam escravos extasiadamente encantados.

Todo líder anticristo é um religioso estupendamente magnífico. Ele acredita em si mesmo, confia naquilo que é, impõe a sua presença em nome de Deus, assim como o seu pai – Lúcifer – se apresentou diante de Deus, misturado no meio dos filhos. Ele é um “filho estranho” que se trata como filho preferido. Para ele não importa a opinião de Deus, o que importa de fato é o que ele acha que Deus acha.

Quando os símbolos dentro da igreja – inclusive o líder – se tornam maior do que aquele que é o dono dela, o noivo se retira, e ali a aliança está desfeita, mesmo que o “anel” continue sendo ostentado no dedo.

Para reprovar os atos de um líder anticristo é preciso conhecer a Palavra de Cristo, e o próprio Cristo, sem isso ele se torna o herói dos ignorantes. A boa fé levará os incautos a adorar o líder anticristo, e a mesma boa fé os destinará ao inferno.

É difícil combater um “diabo” – um líder anticristo – que faz “boas” obras, por isso tanta gente é enganada.

Boas obras, sinais, prodígios e maravilhas não são aprovação de Deus para os indivíduos, senão o líder anticristo estaria aprovado.

Amarão mais o líder anticristo do que a Palavra de Cristo.

A ressureição dos símbolos dentro da igreja de Cristo é a estratégia do líder anticristo pra neutralizar o Nome que é sobre todos os nomes.

O líder religioso e o governo anticristo são os sócios de Satanás.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21/11/2014 in Uncategorized

 

DEUS DE COISAS NOVAS

flor no deserto

Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas” – Jeremias 2:13

Deus quer fazer coisas novas, isso quer dizer que o que Ele já fez se tornou velho, porque até o novo de Deus envelhece.

Procure encontrar escrito em sua alma os seus maiores desejos, se puder enxergar isso, poderá ver as coisas novas que Deus quer fazer.

Se as coisas novas não acontecem em sua vida é porque não há uma semente nova plantada em nosso coração.

Viver das coisas velhas é como sobreviver dos restos de uma colheita guardada num depósito quase vazio.

A nossa fé é o documento pessoal e intransferível com o qual dizemos a Deus que estamos prontos para viver em novidade de vida.

Vida velha, fatos passados, falta de novidades e expectativas é o retrato da ausência de Deus.

Assuma o controle da sua vida, levante suas velas, segure o leme e tome o rumo orientado pela bússola dos seus sonhos e projetos.

O Espírito Santo encherá as suas velas de um vento do mover sobrenatural, que o impulsionará na direção do melhor de Deus pra sua vida.

Se alguém não é capaz de se desesperar com o abandono do deserto é porque nunca soube o que é viver.

A ausência de coisas novas é um deserto por onde a vida não passa e o lugar onde a morte resolveu fazer moradia.

Deus quer abrir um caminho no deserto da sua vida, essa é a única forma de tirar alguém de lá.

Deus quer fazer correr um rio de águas cristalinas pra eliminar a secura, e pra fazer desabrochar novos sonhos e projetos.

Deus quer criar um ambiente onde novos sonhos e projetos poderão nascer, e serão irrigados cotidianamente com os seus favores.

 
1 Comentário

Publicado por em 08/10/2014 in Uncategorized

 

CÃES RAIVOSOS

critica

Um espírito excelente não impede que as grandes lutas venham, mas lhe dá condições de superá-las. Quando você vê um homem de Deus com bastante projeção sendo usado de forma extraordinária, tornando-se motivo de admiração e exemplo, saiba que ele é possuidor de um espírito excelente. Porém, não se esqueça de que ele não é apenas um homem vencedor, mas sobretudo um grande lutador.

Não analise nenhum indivíduo vitorioso apenas pelos benefícios que ele adquiriu, mas principalmente pelas lutas que teve e a cada dia ainda tem que superar.

A crescente admiração do rei por Daniel gerou ciúmes e deu origem a um complô político, porque o ministro Daniel já possuía poderes maiores do que os cento e vinte governadores. Os dois príncipes ou ministros, mais os cento e vinte presidentes ou governadores, juntaram-se para impedir que Daniel fosse nomeado pelo rei, com uma distinção ainda maior.

O texto bíblico diz: “Mas não podiam achar ocasião ou culpa alguma, porque ele era FIEL e não se achava nele NENHUM VÍCIO e nem CULPA.

Daniel era direito, homem honesto, e ninguém podia acusá-lo de ter feito qualquer coisa errada, porque tinha um espírito excelente.

Os cães raivosos que surgem de forma violenta, para tentar nos devorar, foram criados dentro do nosso ambiente, alimentados por nossas mãos, mas sentem ódio do nosso sucesso e nos culpam por suas mediocridades.

Se você quer ter um espírito excelente, peça graça a Jesus Cristo para ser fiel, sem vícios e sem culpa, mesmo assim, não faltará a você perseguidores e inimigos gratuitos, que darão a todas as medidas legais um tom de ilegalidade.

Quando estamos quietos em nosso canto fazendo o nosso trabalho, não somos promovidos, tudo corre bem, é beijinho no rosto, tapinhas nas costas, convites pra aniversários, e jantar no fim de semana, mas quando nos destacamos e revelamos uma faceta de liderança, meu Deus, viram o nosso mundo de ponta cabeça e tentam trazer o inferno de suas vidas frustradas pra dentro do nosso ambiente.

Os inimigos íntimos, os cães raivosos saem dos seus esconderijos, os falsos amigos se revelam inimigos, passamos a ser difamados e odiados da noite pro dia, porque o deus dos cães que alimentamos não suporta o nosso sucesso. Não há explicação lógica, porque é coisa do inferno.

Quem tem um espírito excelente incomoda principalmente a liberdade com que Satanás atua.

Se você deseja um espírito excelente, a perseguição será inevitável. Os inimigos de plantão vão lutar pra colocar as pessoas que Deus promove, na miséria, cabisbaixos, arrasados, amargurados, subservientes, andando num carro velho, morando mal, usando roupas surradas, e lambendo poeira. Cães do inferno que ama ver líderes com o rosto no chão (como fizeram com Moisés e Arão), armando as tendas da desgraça para elegerem um líder pra comandar o retrocesso. No entanto, eles serão expostos, envergonhados, e não encontrarão um lugar de repouso.

Basta ser abençoado pra que muita gente não goste mais de você.

Não importa para os perseguidores se você tem muito ou pouco, o que eles mais querem é roubar a sua alegria. São demônios incorporados cumprindo uma das principais atribuições satânicas: roubar. São ladrões de alegria.

Se Deus tem lhe concedido bênçãos, então jubile, glorifique, pule, grite, salte, dance e cante. Não se importe com o que vão dizer ou fazer, importe-se apenas em demonstrar a Deus a sua alegria e gratidão. Faça a festa, porque o Espírito Santo vai participar.

Para começar, Daniel tinha cento e vinte e duas pessoas contra ele. Mas tinha a seu favor um caráter inquestionável, devido a um espírito excelente, e o próprio “manda chuva”, o rei Dario reconhecia essa virtude.

Quero te dizer que o Rei Jesus estará sempre a seu favor, para lutar por você e com você.

Nós não caímos e não somos destruídos por causa da misericórdia do Senhor, por isso: NÃO TEMAS, O REI JESUS ESTÁ COM VOCÊ!

Os seus inimigos tentarão te atingir de alguma forma, mas não encontrarão motivos de culpa, porque o sangue de Jesus Cristo nos purifica de todo o pecado, e afinal, é pedir demais que eles tenham o mesmo caráter que aqueles tem uma missão a cumprir e um compromisso inalienável com Deus.

O diabo sempre vai usar alguns indivíduos pra te perseguir, dirão que você é culpado, cochicharão aos ouvidos uma enorme lista de injúrias, difamações, que são fabricadas no âmago de suas almas frustradas e amargas. Mas o que é uma guerra sem os inimigos pra gente vencer?

 
2 Comentários

Publicado por em 30/09/2014 in Uncategorized

 

UM LUGAR CHAMADO IGREJA

igreja2

O multiplicar da iniquidade na vida do indivíduo aprisiona o amor e anula o seu poder, restando ao homem arruinar si mesmo.

Pregue contra o pecado e exorte o povo a se santificar, mesmo que deixem você falando sozinho.

A mensagem que livra o corpo do sofrimento é perversa quando abandona a alma à condenação eterna.

A missão do líder espiritual é povoar o céu e não encher à igreja, mesmo que isso não dê lucro.

O crescimento é obra de Deus, é Ele quem acrescenta à igreja aqueles que hão de se salvar.

Não existe estratégias para salvar vidas, elas apenas atraem às pessoas.

A igreja é um lugar pro pecador sentir asco do pecado, se arrepender, ter poder pra renuncia-lo, e experimentar o novo nascimento.

Um lugar onde aquele que leva uma vida de pecado se sente confortável, é tudo menos uma igreja.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 04/09/2014 in Uncategorized

 

A GRANDEZA DA HUMILDADE

humildade

Humildade é saber pedir ajuda.

Não sabe como fazer? Comece imitando quem sabe.

Precisa tomar decisões? Se aconselhe com quem está acostumado a tomar.

Está passando por momentos difíceis? Ouça quem já atravessou vales de sombras e morte.

Não tem respostas? Pergunta a quem tem.

Não tem experiência? Peça conselhos a quem a possui.

Não sabe o caminho? Siga quem aprendeu a abrir caminhos nos momentos turbulentos.

Não está vendo a solução? Use os olhos de quem sabe escalar paredões de impedimentos para enxergar do alto.

O seu orgulho vai te matar fazendo você tentar resolver tudo sozinho.

A humildade nos faz ver a nossa insignificância diante da grandeza dos sábios.

Use a experiência dos experientes e você não precisará de experiências amargas e dolorosas pra vencer.

 
2 Comentários

Publicado por em 02/09/2014 in Uncategorized

 

INTEGRIDADE NAS FINANÇAS ECLESIÁSTICAS

“Disse-lhes então: Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.”

Lucas 20:25

Integridade nas finanças eclesiásticas 

Integridade não é o que se fala ou se mostra para o público, é o “livro” que abrimos pra revelar o oculto dos nossos bastidores.

A comunidade cristã local começa a se perder quando o líder faz das contas financeiras dos membros, extensão da sua igreja.

A integridade sabe separar o que é dinheiro da igreja e o dinheiro dos membros, coisas que não podem se misturar.

A igreja local precisa ter crédito para viver e expandir, e jamais usar o crédito financeiro de seus membros. Essa mistura é inaceitável.

Dízimos e ofertas são os recursos destinados por Deus para a manutenção da igreja e os seus investimentos, é dela que a instituição deve viver.

O povo entrega na casa do Tesouro – igreja – os seus dízimos e as suas ofertas, o que for além disso, como abocanhar o que é pertinente à sobrevivência da família, é uma ação detestável de achacar.

O crente que se deixa envolver e mistura as suas finanças com a da sua igreja, está pronto pra se enrolar para o resto da vida.

O líder habilitado administra os recursos da sua casa e da casa de Deus, porque quem mete a mão na grana dos outros, não passa de um mercenário.

É responsabilidade do pastor administrar os recursos que são entregues na Casa do Tesouro, e ponto final.

Nunca use os créditos pessoais de membros, inclusive cheques, como capital de giro da igreja. Os cartões de crédito dos membros devem atender apenas aos seus interesses privados, e a direção da igreja jamais deve utilizar e monopolizar os limites de seus membros em benefício da instituição.

A instituição religiosa deve estar organizada e estruturada para que obtenha, através de seus meios, os créditos bancários para movimentar segundo as suas necessidades. Caso isso não ocorra, não faça, não assuma aquilo que não pode pagar.

Uma instituição eclesiástica jamais usa “laranjas”, isso é coisa de bandido.

Salários de obreiros e direitos trabalhistas pagos corretamente, isso é integridade.

Contabilidade da igreja à disposição dos membros dizimistas, isso é integridade.

Demonstrativo de contas pagas e a pagar – dívidas em aberto – isso é integridade.

Salários e benefícios pastorais do conhecimento da igreja, isso é integridade.

Quanto arrecada, quanto se gasta e com o quê, disponibilizado para os dizimistas, isso é integridade.

Com qual dinheiro está se fazendo o quê, isso é integridade.

Quando se pede dinheiro para algo específico, a direção da igreja tem a obrigação de gastar apenas com aquilo, e prestar contas, isso é integridade.

Abrir o livro, prestar contas a quem de direito, isso é integridade.

Todos os erros e acertos dos líderes das igrejas filiadas, é responsabilidade do pastor presidente, isso é integridade.

Qualquer problema com um líder, tem que ser resolvido com o líder majoritário, ele não pode delegar essa atribuição, isso é integridade.

Um líder que não mantém assuntos de liderança restrito ao seu gabinete, sofre de abstenção de integridade.

Integridade não é a propaganda de si mesmo, mas aquilo que sabem que você é.

A administração eclesiástica não é apenas uma matéria de um curso teológico, mas é o aprendizado que o líder tem que ter, para ser colocado em prática, isso é integridade.

A igreja, numa situação inusitada, pode pegar dinheiro emprestado de um membro? Sim. Faça um contrato que inclui a forma de pagamento, a diretoria tem que ter conhecimento e dar o aval, e precisa ser contabilizado.

Todo “rabo de palha”, gente que não age com integridade, precisa pensar muito, antes de levantar o dedo pra apontar os erros dos outros.

O líder de uma congregação que vive de aparente espiritualidade e de visível falta de caráter na área financeira, dando calote e fazendo trambiques, é um bandido que ocupa um púlpito ao invés de um lugar na cadeia.

Te devo alguma coisa? É a pergunta que os íntegros não temem fazer.

Como posso te pagar? Só gente íntegra reconhece que deve, e faz um acordo para quitar a dívida.

Pagar uma dívida não é um favor que se faz ao devedor, mas um ato de honrar um compromisso assumido ou reparar um dano causado.

Vive enrolado? Nomeie um administrador financeiro com o poder de te dizer “NÃO”.

 
3 Comentários

Publicado por em 27/08/2014 in Uncategorized

 
 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34 outros seguidores